Como funciona um lar de idosos?

Escolher uma comunidade de idosos é uma grande decisão. Sua escolha afetará suas finanças – ou de seus entes queridos -, qualidade de vida e, em muitos casos, saúde e longevidade. Aqui está uma visão geral dos quatro principais tipos de comunidades e lares de idosos, como funcionam e mais para te ajudar na decisão.

O que é um asilo?

Asilo é um termo cada vez menos usado, porque carrega diversos preconceitos. Lares, casas e comunidades de idosos são os termos modernos mais usados. E há diferenças entre eles.

Você tem tipos de asilos com instalações de vida independente são para pessoas que não precisam de cuidados médicos especializados ou assistência na vida diária.

Em outros, você tem instalações de vida assistida são para aqueles que não precisam de cuidados tão extensos quanto os de enfermagem, mas precisam de alguma assistência nas atividades diárias.

Os lares de idosos são geralmente os termos usados para residências de pessoas que precisam de cuidados médicos extensivos.

As instalações de cuidados continuados fornecem um híbrido de serviços de cuidados, desde uma vida independente até cuidados em lares de idosos, para atender a uma ampla gama de necessidades dos residentes.

Como funciona uma instalação de vida independente?

Também chamados de apartamentos ou casas para idosos, instalações de vida independente são para pessoas mais velhas que não precisam de nenhum cuidado médico especial ou assistência nas atividades diárias. Eles consistem em apartamentos privados que geralmente incluem uma cozinha ou cozinha compacta e vêm em tamanhos que variam de estúdios a dois quartos.

O aluguel pode variar dependendo do tamanho do apartamento ou casa, região geográfica e comodidades. Algumas comunidades de vida independente também cobram uma alta taxa de adesão. Outros têm uma pequena taxa de entrada, e ainda outros não têm nenhuma taxa.

Algumas instalações de vida independente incluem utilitários, refeições, limpeza, manutenção básica e transporte programado para recados e visitas ao médico no aluguel mensal, enquanto outros avaliam essas despesas separadamente. No geral, os custos podem ser semelhantes ao que você pagaria se continuasse a morar em casa, mas as comunidades de vida independente oferecem um estilo de vida livre de manutenção e potencialmente maiores oportunidades de socialização.

Atividades sociais e passeios normalmente têm um custo extra em comunidades de vida independente.

Lares de idosos

Os lares de idosos tem os cuidados especiais para a terceira idade, proporcionando uma melhor qualidade de vida e segurança. (Foto: MarketWatch)

Como funciona um lar de repouso para idosos ou comunidade de vida assistida?

Comunidades de vida assistida são para pessoas que não precisam do alto nível de atendimento fornecido por uma casa de repouso, mas precisam de alguma assistência com as atividades da vida diária. A assistência pode incluir ajuda para se vestir, tomar banho e ir ao banheiro, bem como lembretes de medicamentos. A vida assistida também pode ser apropriada para pacientes com perda de memória em estágio inicial, demência ou doença de Alzheimer que precisam de ajuda, supervisão e segurança extra.

A taxa de vida média mensal assistida para um quarto privado, alimentação, limpeza e alguma assistência pessoal é maior do que em uma comunidade de vida independente.  O custo de vida assistida pode variar dependendo de onde você mora.

Como funciona um asilo de idosos?

Morar em uma casa de repouso, conhecido também como asilo, é para indivíduos que precisam de cuidados médicos extensivos e é a coisa mais próxima de cuidados hospitalares. As casas de repouso também ajudam nas atividades da vida diária, como comer, vestir-se, locomover-se e tomar banho. Algumas casas de repouso são criadas para parecer mais residências, enquanto outras parecem mais hospitais.

Asilos ou lares de idosos são caros, é uma boa ideia considerar a compra de um seguro de cuidados de longo prazo bem antes de precisar dele, pois pode gerar economias. Porém, você tem asilos que são mais baratos ou que são gratuitos, mantidos por ONGs, governos, ou entidades religiosas praticando caridade.

Nem sempre é possível entrar na casa de repouso que você quer, quando você precisa. Muitos têm listas de espera. Alguns não aceitam pacientes com Medicaid. Além disso, algumas instalações estão abertas apenas para certas categorias de pacientes, como pacientes que requerem cuidados intensivos. Alguns lares de idosos podem expor os residentes ao risco de maus-tratos e outros problemas.

Os consumidores podem obter classificações em várias publicações online, que também oferecem guias sobre como escolher um lar de idosos, como pagar por ele e como garantir um bom atendimento.

Cuidados continuados para idosos

Comunidades de aposentados com assistência continuada se especializam em fornecer um lar de longo prazo para idosos. Os residentes podem ter uma vida independente, desde que sejam autossuficientes. Eles têm a opção de fazer a transição para uma vida assistida e cuidados de enfermagem, se necessário, sem ter que se mudar para uma nova instalação.

As instalações de cuidados continuados são o tipo mais caro de comunidade de idosos, dependendo do tipo de moradia, nível de atendimento e outras opções. O custo também depende do tipo de contrato que o residente opta.

Um contrato de assistência médica, também chamado de contrato ilimitado, é o adiantamento mais caro, mas tem um preço de longo prazo. Um contrato modificado cobre serviços específicos para um determinado período, e o preço pode subir no final desse período. Um contrato de taxa de serviço pode ser considerado um plano pré-pago. Embora não exija nenhum compromisso, você sempre pagará o preço de mercado atual.

Junto com as considerações acima, é importante avaliar a estabilidade financeira de qualquer instalação que você esteja considerando, especialmente se ela tiver uma grande taxa inicial. Você também deve verificar o histórico de reclamações da instalação. Antes de se comprometer com uma comunidade, veja se você pode arranjar uma estadia de curto prazo, talvez duas noites, para ter uma noção de como é viver lá.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos responder!

Deixe um comentário