Em uma sociedade industrial, a aposentadoria muitas vezes prova mais fantasia do que realidade. Os pensamentos raramente se afastam do trabalho e imediatismo, e a preparação para o futuro parece impossível. As pessoas devem trabalhar para viver e viver para trabalhar.

No entanto, chega o dia em que todos os homens e mulheres dão um golpe final em seus cartões de ponto e,esses indivíduos compartilham um perfil muito específico, que quer curtir a aposentadoria com o máximo de liberdade possível, mas os cuidados que a terceira idade evoca.

Isso pinta um quadro austero, um que deve ser cuidadosamente examinado por aqueles que consideram uma casa de repouso como opção. Mas o que são essas casas? Como elas funcionam?

O que é uma casa de repouso para idosos?

Uma casa de repouso, simplesmente explicada, é qualquer instalação privada projetada para acomodar indivíduos em seus últimos anos. Ele é destinado para aqueles que desejam manter seus estilos de vida enquanto também experimentam suporte e atendimento no local.

Indivíduos devem notar que os lares de idosos, também conhecidos como instalações de vida assistida, não são os mesmos que as casas de repouso. Essas instituições atendem aqueles que precisam de atenção médica prolongada, e seu foco muda de possibilitar a independência para promover a cura.

Que tipos de casas de repouso existem?

Casas de repouso são rapidamente definidas. Dentro dessa definição, no entanto, existe uma ampla série de categorias especializadas. Esses incluem:

Habitação Subsidiada

Uma boa parte dos idosos experimentam dificuldades em encontrar um lugar para morar. Isso não é menos verdadeiro na busca por instalações de aposentadoria, razão pela qual a moradia subsidiada já está disponível. Esses programas proporcionam às pessoas de baixa renda a oportunidade de permanecer dentro de apartamentos, residências e muito mais, sancionados pelo governo.

Cuidado Congregado

O cuidado congregacional é definido como “um ambiente em que uma pessoa vive em um apartamento independente, que pode incluir um saguão central, sala de jantar e áreas de atividade”. Esses lares de idosos permitem que os indivíduos mantenham sua independência. Eles podem se qualificar para programas de assistência habitacional, mas geralmente são pagos de forma privada.

Lar para idosos

Uma casa de idosos proporciona um ambiente ideal para cuidar da terceira idade e proporcionar uma boa qualidade de vida. (Foto; BBC.com)

Comunidades de aposentadoria

Comunidades de aposentadoria são instalações planejadas. Eles permitem que os indivíduos morem em condomínios privados, apartamentos, moradias ou estruturas autônomas, promovendo a independência e, ao mesmo tempo, proporcionando uma cena social mais ativa. Eles são frequentemente definidos por restrições de idade e restrições de renda (por exemplo, essas instalações são financiadas pelo setor privado e exigem taxas mensais mais altas. As subvenções são raras, mas podem ser solicitadas).

Comunidades de aposentadoria de cuidados continuados

Cuidados continuados As comunidades de aposentadoria atendem às necessidades atuais e futuras. Essas instalações permitem que pessoas com boa saúde planejem possíveis problemas médicos, com programas de cuidados congregacionais e assistidos dentro do mesmo campus. Isso permite que os residentes permaneçam dentro de seus ambientes familiares, independentemente de suas condições. Essas opções são financiadas pelo setor privado e geralmente não aceitam programas de subsídios do governo.

Cada idoso tem um conjunto exclusivo de necessidades. Essas casas atendem a essas necessidades, proporcionando conforto, conexões e suporte.

Qual é o custo mensal de uma casa de repouso?

Escolher uma opção de casa de repouso é fácil. No entanto, a concessão é menor. O financiamento dessas instalações é um desafio para seus proprietários, e as taxas de residentes são necessárias para complementar os muitos custos. Essas taxas, variam muito, com mínimos mensais variando de metade de um salário mínimo a até mais de 3 salários mínimos por mês.

Não há um padrão mínimo estabelecido (ou máximo) para os custos mensais de casas de repouso. Cada instalação pode, em vez disso, definir suas próprias regras. Os idosos devem se lembrar disso quando considerarem suas opções.

A importância da preparação para uma casa de repouso

Identificar os tipos de casas de repouso, assim como as demandas subsequentes de taxas, não é o passo final da jornada sênior. É apenas o primeiro, com os indivíduos precisando planejar cuidadosamente suas muitas necessidades. Esse planejamento é muito raro. São pouquíssimos os brasileiros que afirmam ter dinheiro reservado para a aposentadoria e cuidados de longo prazo. Mais da metade dos brasileiros admitem não planejar seus objetivos de longo prazo.

Outra boa parte se pergunta se o SUS ou os planos de saúde vão compensar suas despesas de longo prazo, com essas questões muitas vezes deixadas sem solução até que seja tarde demais. E muitos ainda superestimam as capacidades de cobertura de seus planos de saúde, levando a menos poupança.

Estima-se que mais de 70% dos brasileiro dizem que não se sentem preparados para cuidados de longo prazo. Essas estatísticas são surpreendentes e inegáveis, revelando a falta de compreensão no campo da aposentadoria. Há uma desconexão entre os idosos americanos e suas opções de moradia.

Portanto, é imperativo buscar informações. Indivíduos de todas as idades devem se informar sobre os custos das casas de repouso e aposentadoria e como esses custos se desdobrarão ao longo dos anos. Compare tipos de instalações, medianas mensais do estado, oportunidades de suplementos governamentais e muito mais para garantir o sucesso.

Uma casa de repousos é muito mais do que uma coleção de paredes e janelas. É o próximo capítulo para os idosos, oferecendo-lhes maior controle sobre seus estilos de vida e suas necessidades. Alcançar esse controle requer simplesmente um planejamento adequado.

Você já foi ou conhece uma casa de repouso? O que acha? Está se planejando para ir para uma?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)